Mas o que é isso de Sucesso? |
Sacha Matias (Criador Dr. Performance<br>e Método Dr Performance 15 Minutos)

Sacha Matias (Criador Dr. Performance
e Método Dr Performance 15 Minutos)

Professor, formador, adoro ajudar as pessoas a manterem-se saudáveis.
Entusiasta pela família, pessoas e desporto.

"Gostava de te ajudar a chegar a mais pessoas Sacha, como posso fazer?"
Obrigado por isso.
Podes Partilhar com mais Pessoas
(carrega num dos ícones)
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on pinterest
Pinterest

Mas o que é isso de Sucesso?

Mas o que é isso de Sucesso?, por Sacha Matias
Já Ouviste que tens que Ter Sucesso e tens que o Perseguir? Mas que raio é Sucesso?

Hoje em dia está em voga falar de Sucesso, faz isto e aquilo e vais conseguir… mas, a pergunta que se coloca é, Mas que raio, o que é isso de Sucesso?

Se pesquisares “O que é isso de Sucesso” em qualquer motor de busca encontras aproximadamente 261.000.000 de resultados .

Nunca esteve tão disponível a informação como nos dias de hoje. A evolução da Internet e das novas tecnologias permite isso mesmo. E, ao mesmo tempo, nunca foi tão confuso esta mesma densidade de informação.

O meu objetivo aqui é desmistificar este significado de Sucesso, e poderes ver o que é isso de Sucesso para ti.

Segundo o Dicionário Priberam Sucesso é:

1. Aquilo que sucede, que acontece (ex.: não é possível esquecer os trágicos sucessos que marcaram esse ano). =  ACONTECIMENTO, CASO, FATO, OCORRÊNCIA

2. Resultado de ação ou empreendimento (ex.: a quebra de financiamento foi responsável pelo mau sucesso da missão).

3. Resultado positivo, favorável ou proveitoso de algo (ex.: terminar uma tarefa com sucesso). = ÊXITO, TRIUNFO ≠ FIASCO, FRACASSO, INSUCESSO, MALOGRO

4. O que tem bom resultado, boas vendas ou muita popularidade (ex.: este é o último sucesso do escritor). =  ÊXITO ≠ FIASCO, FRACASSO

“sucesso”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/sucesso [consultado em 26-02-2020].

Olhando para a descrição do dicionário parece que é tudo e que não é nada. Quase parece aquele Sketch famoso dos Gato Fedorento: “Eles falam, falam, falam mas afinal não dizem nada!” (vale a pena ver).

Pois o grande objetivo neste artigo é, partilhar-te a minha experiência e, ao mesmo tempo, ser o mais imparcial possível.

O sucesso tem haver com a coragem e confiança que tens todos os dias e, também, pela paixão que empregas nos pilares da vida (falo isso no livro que estou a escrever que são o Pilar Saúde, Relacionamento e Financeiro).

"É mais que uma questão de Sobrevivência!", por Sacha Matias
A Primeira Capa Feita… Mas não é a capa que é importante, é o Conteúdo que faz a diferença

O que te vou falar aqui podes aplicar tanto na tua vida pessoal como profissional. Vou-te informar e depende de ti aquilo que queres aplicar.

Veja Também: "9 Dicas para 
o Teu Sucesso,
Sem mudares o que fazes hoje".

O artigo está dividido em 4 partes:

O Sucesso está em Mim? (criando Autoconfiança)

Será que Transmito Sucesso (o poder de mostrar os pontos fortes)

Como venço esta batalha? (Vencer a Adversidade é o Sucesso Pessoal)

Isso parece-me conversa da treta!!! (O sucesso dos outros)

O Sucesso Está em Mim? (criando Autoconfiança)

O Sucesso Está em Mim? (criando Autoconfiança), por Sacha Matias
A Autoconfiança é algo que trabalhas Diariamente, Sabias isso?

Os Teus pensamentos e sentimentos sobre ti mesmo, e a respeito do que podes fazer ou não, resultam não só da soma total de todas as experiências e condicionamentos que tiveste na vida mas também do que tu consideras como “verdade absoluta”e, normalmente, têm pouca relação com o que de fato consegues fazer ou realizar.

Existe um princípio – ou uma lei – no desenvolvimento pessoal que determina que cada pessoa está em processo contínuo de transformação, evoluindo e crescendo, sempre na direcção dos seus pensamentos dominantes.

O teu corpo também sustenta um estado constante de formação. De acordo com a taxa normal de morte e regeneração celular, a cada sete anos tens um corpo totalmente novo.

Considerando que a evolução física dá-se pelo alimento que colocas no corpo, a evolução e transformação mental são, em grande parte, determinadas pelos pensamentos que colocamos na nossa mente.

Calma, não vais conseguir de todo controlar os teus pensamentos (são mais de 60.000 pensamentos por dia, era extenuante controlar isso), mas podes controlar a forma como pensas em cada situação conscientemente.

Daí saber, também por experiência própria, que a autoconfiança não é algo adquirido, mas sim treinado. Fica comigo que vou já partilhar como se pode treinar.

O primeiro ponto para atingires altos níveis de autoconfiança é conheceres e trabalhares os teus valores pessoais.

Tal como empresas de sucesso têm valores que tornam toda a organização sustentável (porque se compreende um rumo nela, algo que todos os colaboradores sentem em primeiro lugar e, os clientes sentem por consequência), é importante que tu também os tenhas.

Deves decidir em que valores acreditas e, tu todo, tens que estar alinhado com os mesmos. Naquilo que dizes e naquilo que fazes, todos os dias.

Consulta esta infografia de valores para teres uma ideia do que são, isto se não fazes ideia o que é isto de valores (não somos obrigados a saber tudo, certo?).

Valores, por Sacha Matias
Lista de Valores Pessoais

Deixa-me fazer-te umas perguntas (após olhares para a infografia):

Por quais valores estarias disposto a te sacrificar?

Por quais valores pagarias, te esforçarias muito ou, talvez, até morrerias?

Valorizas a tua família? A tua saúde (quanto vale)? O teu trabalho ou profissão?

Valorizas princípios como a liberdade, a compaixão para com os menos afortunados ou a “reverência pela vida”?

Acreditas na verdade, honestidade, na sinceridade, no trabalho duro e no sucesso?

Responde a estas perguntas. Acredita que te vai ajudar a ter uma maior profundidade naquilo que acreditas.

Depois constrói a lista dos teus valores. Lê todos os dias esses valores e, sempre que seja oportuno, partilha com outras pessoas (tal como disse não vás para ai feito maluco só falar disto, é mais importante que sintas realmente isso… Acredita isso passa muito mais que o que tu dizes, isso é Confiança).

E, mais importante, Os Valores São Inegociáveis. E porquê? Porque toda a Motivação baseia-se nestes 5 valores. Se eles mudam ao longo do tempo? Claro que sim. Mas não é imediato. Se sabes quais são? Provavelmente Não, porque estão como um bem adquirido, não é consciente. No entanto se os colocares À tua frente, de forma consciente, dificilmente qualquer problema abala a tua Confiança.

E sim o Sucesso está em ti, não é fácil, mas como tudo é um processo de crescimento. E por essa razão tens que treinar a tua Autoconfiança.

“Nada é bom ou mau, é o pensamento que o torna assim.”

WILLIAM SHAKESPEARE

Será que Transmito Sucesso? (o poder de mostrar os Pontos Fortes)

Será que Transmito Sucesso? , por Sacha Matias
Um concerto é mais espectacular, quanto mais confiança têm os Elementos da Banda. E como achas que eles adquiriram isso?

No ano de 2019, segundo o Google Trends, na pergunta como…? a sexta maior pesquisa feita em portugal foi: “Como Ganhar Dinheiro?”.

Curiosamente tenho um
Artigo sobre este
Assunto:
"Como Ganhar Dinheiro Extra,
Sem Deixares o teu Emprego
e a Part-Time"

Mas o que poucas pessoas sabem é que dinheiro é sinonimo de valor, e valor é algo que muda vidas das pessoas.

Não é por isso que fazes o que fazes, todos os dias? Para mudar o mundo? (nem que seja o teu?).

E porque falei de Ganhar Dinheiro? E o que é que isso tem a haver com transmitir Sucesso e mostrar os Pontos Fortes? Tudo. Uma vez que uma não sobrevive sem a outra.

Com a nova geração de 1995/2000 e com as profundas alterações ao mercado de trabalho, cada vez menos existem trabalhos para a vida mas sim projectos para uma época da sua vida.

Este artigo do expresso espelha bem isso, mas deixo um pequeno excerto do mesmo:

” Mudarão de carreira e projetos muitas vezes e, a partir de um determinado patamar de rendimento, os espaços em branco no currículo utilizados para desenvolver atividades de caráter social serão mais regulares.”

CATIA MATEUS, em Expresso

Ou seja, o que estes profissionais procuram é aumentar e expressar os seus pontos fortes. E a variabilidade permite-lhes isso.

Olha o meu caso. Venho de 18 anos da área da Saúde e, desde 2014 (e com mais força em 2017) que tenho vindo a desenvolver as minhas Hard Skills em Negócios e as suas áreas associadas e desde 2009 que tenho vindo a trabalhar as minhas Soft Skills em Comunicação (e com mais força também desde 2017).

E tenho vindo a trabalhar essas mesmas competências para se tornarem um ponto forte em mim. E comunico as mesmas todos os dias, de maneiras diferentes.

Era algo que eu sabia anteriormente? Obviamente que não, apenas era um opinion maker (aquele que manda uns bitaites sobre tudo e mais alguma coisa), mas não percebia realmente do que falava. E falo do ano de 2017 porque representa o ano que abri a minha Empresa.

Inclusive, quando decidi mudar de ramo de negócios e profissão, as primeiras pessoas que colocaram barreiras a esta minha mudança foram as pessoas que me conheciam melhor, aqueles que ajudei mais na minha vida e alguns amigos mais próximos.

“Mas não são esses que teriam que Apoiar Sacha?”

Tu que estás a ler o artigo… (excelente pergunta, by the way)

Sim e não. Sim porque eu achava isso. Não porque eles não viam essas competências em mim. E há uma razão para isso e essa razão é apenas uma: Conheciam apenas uma parte dos meus pontos fortes. E a responsabilidade era minha e ainda é.

O que acontece é que, só depende de cada um de nós mostrar os seu pontos fortes. E quando alinhas os teus valores (falei disso no ponto 1 deste artigo) com a tua voz interior e a tua paixão, começas a revelar ao mundo os teus reais pontos fortes.

Veja Também:
"Ganhar Dinheiro
ou
Fazer o que Se Gosta?"

Mas prepara-te, esta congruência, este alinhamento, esta “uma única voz” (o Alinhamento com o que tu queres fazer em qualquer área da vida e o que te desenvolves pessoalmente) não é fácil e, agora a grande verdade, pode demorar anos. Mas vale a pena, só que não é para todos.

Eu sei que o objectivo deste ponto é mostrar-te como podes descobrir os teus pontos fortes e como os tornar ainda mais fortes, no entanto tinha que te alertar que não é imediato e que, provavelmente, não vais acertar à primeira. É um processo continuo.

Como podes descobrir os teus pontos fortes? Através de uma Ferramenta que as Empresas também usam para analisar os mesmos, a SWOT.

E temos muito a aprender com organizações/empresas e sabes porquê? Porque, pelo menos ainda nos dias de hoje e que eu saiba, as empresas e organizações são feitas de pessoas.

E dai apresentar-te na seguinte infografia a Matriz da SWOT Pessoal:

SWOT Pessoal, por Sacha Matias
Ferramenta Poderosa de Auto-conhecimento

Como podes preencher? Primeiro deves compreender. E passo a Explicar.

Estrutura

A ferramenta SWOT compreende dois tipos de ambientes: Interno e Externo.

Ambiente Interno: Envolve capacidades intelectuais, habilidade de relacionar-se, conhecimentos técnicos e empíricos e competências pessoais ou Soft Skills. São os factores que estão sob o teu controlo. Eles podem ser aprimorados e modificados através de treino, dedicação e auto-conhecimento.

Ambiente Externo: Abrange características ligadas ao ambiente em que estamos inseridos. Trata-se dos factores alheios ao teu controlo. Eles podem, no entanto, ser usados a nosso favor quando aliados com os factores internos. O nosso controlo, no ambiente externo, está principalmente na perspectiva pela qual interpretamos e vemos esses eventos.

Agora que já sabes como os dois ambientes se relacionam (ou pelo menos assim acho), vamos ver melhor cada um dos quadrantes da matriz:

Forças (Strengths)

Tratam-se de factores de ambiente interno. São as aptidões e talentos que cada pessoa possui e que podem ajudar na conquista dos objectivos pessoais. Neste quadrante, serão registados os teus pontos fortes, habilidades e hábitos positivos.

Alguns exemplos de perguntas que podes fazer:

  • Quais são as minhas maiores qualidades, dons e talentos?
  • Quais são os valores éticos e os valores que orientam minha vida? (daí ser importante teres uma noção deles)
  • Quais são os meus maiores diferenciais, aquilo que se destaca em mim?
  • De que forma eu uso as minhas competências para crescer na vida?
  • O que eu faço de especial e o que faz com que eu me destaque?
  • O que eu tenho que me torna um ser humano único?

Alguns exemplos de resposta:

  • Formação académica
  • Nível de experiência
  • Capacidade de negociação
  • Habilidade de Liderança
  • Boa comunicação
  • Visão optimista
  • Resiliência
  • Criatividade
  • Mindset de crescimento

Atenção, todos os exemplos que dei não são inatos (ou se são estão em bruto) e podem ser trabalhados e treinados.

Fraquezas (Weaknesses)

Assim como as Forças, as fraquezas também tratam-se de factores de ambiente interno. São os pontos que precisas melhorar, como dificuldades que te impedem à realização de determinadas tarefas e concretizar objectivos. Neste quadrante serão registadas as tuas dificuldades, limitações e hábitos negativos.

Alguns exemplos de pergunta:

  • Quais são as atitudes que prejudicam o meu crescimento?
  • Como é que os meus pensamentos e crenças sabotam o meu sucesso?
  • Quais são as acções que me impedem de ser mais feliz, próspero e realizado?
  • O que faz com que eu me sinta desconfortável comigo mesmo?
  • De 0 a 10, o quanto as pessoas que amo apoiam os meus projectos?
  • De 0 a 10, o quanto eu me sinto motivado a lutar pelos meus sonhos? (aqui é importante mais uma vez teres uma noção clara dos teus valores, o combustível da motivação).

Alguns exemplos de resposta:

  • Timidez
  • Dificuldade para tomar atitudes
  • Insegurança
  • Ansiedade
  • Falta de foco / concentração
  • Baixa auto-estima e auto-confiança
  • Falta de formação ou capacitação formal
  • Agressividade perante conflitos
  • Resistência à mudança

Vou-te contar um segredo (só para ti), se usares as tuas forças como deve ser vais começar a “abafar” as tuas fraquezas.

Oportunidades (Opportunities)

Ao contrário das Forças e Fraquezas, as Oportunidades tratam de factores do ambiente externo. São circunstâncias que, somadas às forças pessoais, podem ser proveitosas para atingir objectivos. Aqui deverão ser registados todos os factores que não estão sobre o teu directo controlo, mas estão a teu favor.

Alguns exemplos de perguntas:

  • Quais são as minhas chances reais de crescer na empresa onde trabalho?
  • Tenho o perfil profissional que a empresa busca e deseja investir?
  • Estou pronto para empreender um próprio negócio a partir de agora?
  • Quais são as habilidades profissionais que me diferenciam dos demais?
  • Possuo uma mente empreendedora e estou aberto a mudar de carreira?
  • Quais são as principais oportunidades ao meu redor no momento?
  • Sou visionário, dedicado ao meu crescimento e atento ao mercado?

Alguns exemplos de resposta:

  • Mercado de trabalho aquecido
  • Economia estável
  • Bom networking
  • Reservas financeiras
  • Libertação de vagas
  • Abertura de programas de bolsas de estudo

Neste caso és tu que tens que fazer uma procura ou então procurar ajuda a encontrar estas oportunidades.

Ameaças (Threats) 

Assim como as Oportunidades, as Ameaças tratam-se de factores do ambiente externo. São situações que podem potencializar fraquezas e impedir a conquista dos teus objectivos. Elas são o contrário das oportunidades: situações que não estão sobre o teu controlo e que podem representar grandes desafios para o teu crescimento.

Alguns exemplos de pergunta:

  • Eu domino os conhecimentos e habilidades que podem ajudar no meu crescimento?
  • Quais são os comportamentos e crenças que podem sabotar o meu sucesso e felicidade?
  • Tenho proatividade e disposição para aprender coisas novas e, mesmo nos momentos de dificuldades, visão para ver que os meus desafios podem funcionar como oportunidades?
  • Sou aberto a mudanças e não desisto na realização dos meus sonhos?
  • Quais são as principais dificuldades na minha vida actual?
  • Quem e o que pode atrapalhar directamente o meu sucesso profissional e pessoal?
  • Quais são os aspectos da minha personalidade que podem afectar negativamente os meus resultados a curto, médio e longo prazo?

Alguns exemplos:

  • Elevada concorrência profissional
  • Falta de domínio da tecnologia
  • Indisponibilidade para viagens
  • Impossibilidade de mudança de domicílio
  • Escassez de vagas
  • Crise económica
  • Procrastinação
  • Má gestão do tempo pessoal

Toda a Matriz SWOT deve ser colocada da forma como coloquei na infografia (pontos positivos estão à esquerda, e os negativos à direita; Factores internos em cima e os externos em baixo) e preenchidos nesta sequência: Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças. Isto serve por questões de organização mental e visual.

Agora, nesta fase, recomendo que construas a tua Matriz SWOT Pessoal e, depois de a construíres, analises, ao longo do tempo, como estás a expressar estes pontos fortes e se, os mesmos, passam para o exterior (leia-se pessoas que te rodeiam e outras).

Um dos pontos de partida para  a autoconfiança é reconheceres que tens forças imensas de competência e caráter para realizar praticamente qualquer coisa que queiras. Tu és extraordinário!

As chances de que exista no mundo alguém com a mesma combinação única de talentos, habilidades e capacidades que usufruis  na tua vida são ínfimas – na verdade a probabilidade é uma em cada 50 mil milhões.

Ninguém sabe   – nem mesmo   tu, nem eu – o ser humano incrível que te poderás tornar nem as coisas surpreendentes que serás capaz de realizar. No entanto, todos reconhecemos que praticamente tudo o que vais conseguir será fruto da tua capacidade de identificares  as tuas áreas de maior excelência e, em seguida, aproveitá-las em qualquer situação.

Aprendi que o sucesso de uma pessoa não deve ser medido pela posição que ela alcançou na vida,

mas pelos obstáculos que superou enquanto tentava alcançá-la.

BOOKER T. WASHINGTON

Como Venço Esta Batalha? (Vencer a Adversidade é o Sucesso Pessoal)

Como Venço esta Batalha?, por Sacha Matias
Entrar numa Batalha não é sinonimo de vitória. A aprendizagem e estratégia na batalha é.

Nos últimos 18 anos dediquei-me a tratar pessoas na doença, e nos últimos 2 anos foquei-me a tratar a saúde individual através da marca Dr. Performance e das organizações através da Perform Accelerator (ver página serviços para compreenderes o que fazemos).

E o que te vou falar de seguida foi a minha analise destes 20 anos. O ser humano é especial e ao mesmo tempo consegue ser auto-destrutivo. Porquê digo isto?

Por duas razões apenas! Especial porque é racional e auto-destrutivo porque é racional.

“Agora ainda fiquei mais confuso Sacha, o que queres dizer com isso?”

Mais uma vez tu que estás a ler o artigo… (Fazes perguntas espectaculares).

Vou responder à tua pergunta. Sempre que consulto uma pessoa, quando consigo perceber as suas rotinas e hábitos, percebo o porquê de ter ficado doente. E sempre que a desafio para a mudança, começam a vir as desculpas mais comuns. As três mais comuns são:

  • Tenho pouco tempo;
  • Não tenho essas capacidades (ou não sei fazer);
  • Isso é Difícil.

Como é que podes melhorar algo se não tomares as rédeas do problema que enfrentas? Porque achas que há pessoas que parece que tudo de bom lhes acontece? Será sorte ou coincidência? (fica mais um pouco que te vou responder a isso).

Bom vou-te já confessar algo, não há nada fácil na vida. Mesmo nada. O que é fácil para mim, por exemplo, pode ser extremamente difícil para ti, e vice-versa.

E é as experiências acumuladas que temos que nos dão essa “facilidade” ou “dificuldade”. No entanto temos sempre o nosso Cérebro Racional a atrapalhar. E porquê? Porque na verdade não é ele que manda, mas sim o nosso Cérebro Reptiliano. (Vê este artigo para compreenderes o que quero dizer).

Sempre que estás perante um problema/desafio tens que tomar decisões. E decisões podem gerar dúvidas. “Faço…” “Não Faço…” “Não sei Resolver…”. E isto acontece porque não há de facto uma sincronia entre o Cérebro Reptiliano (inconsciente) e o Cérebro Consciente.

E por essa razão, é necessário desenvolveres competências que te permitam criar essa sincronia. Essas competências são passiveis de ser treinadas e, ao longo do tempo, tornar as tuas decisões mais fáceis.

E quanto mais conhecimento adquires, mais informação colocas nesse Cérebro Reptiliano e com isso mais fácil se tornam as decisões em resolver desafios. E isto não é pensamento positivo mas sim conhecimento positivo.

Ao começares a ter conhecimento positivo (que está assente em três premissas: Aprender, Aplicar imediatamente a aprendizagem e Ensinar outros a aprendizagem adquirida), crias uma auto-confiança inabalável que vai alimentar o Cérebro Reptiliano a tomar melhor Decisões e assim apoiar o Cérebro Consciente.

E para que isso aconteça, existe um valor importante a trabalhar e, que se ele, tornam-se impossíveis certas acções: Persistência (que é essencial).

Segundo Napoleon Hill:

“A persistência está para o caráter do homem como o carbono está para o aço.”

E

“antes que o sucesso aconteça na vida de qualquer homem, ele certamente vai encarar muitas derrotas temporárias e, talvez, até alguns fracassos. Quando a derrota se acerca de um homem, o mais fácil e Lógico que se lhe parece fazer é desistir. E é exatamente isso o que a maioria deles faz.”

Napoleon Hill

Ou seja, a tua Persistência representa a medida da tua crença em ti mesmo e na capacidade de vencer.

Se realmente acreditas, sem sombra de dúvida, que, se perseverares tempo suficiente e força suficiente (leia-se ter a capacidade de aprender e aplicar), garanto-te que resolves qualquer desafio ou adversidade.

Vê o exemplo de eu em 2019 não ter capacidade financeira de pagar contas porque mandei a minha empresa à falência e a minha vida pessoal (quando em 2017 ganhava aproximadamente 10.000€/mês). E agora, passado um ano, apesar de não estar a ganhar esses valores, comecei a voltar a ganhar mais e com mais competências e aprendizagens adquiridas (e isso deveu-se a uma auto-confiança inabalável e persistência).

E ainda por cima, trabalhando a minha Paixão.

Veja também:
"Ganhar Dinheiro
ou
Fazer o que se Gosta?"

Quando constróis dentro de ti essa certeza absoluta (na crença apenas, não há verdades absolutas) então praticamente tudo se torna possível para ti. A Tua auto-confiança extrapola quaisquer limites previamente imaginados ou que tenhas criado.

Os problemas vão sempre surgir, no entanto, quanto maior for a tua auto-confiança, maior será a capacidade que terás em resolver cada um deles.

O meu desafio para ti é que, tal como eu fiz, listes agora todos os problemas que tens actualmente. Após listares, decidas apenas resolver um. E faças o que está ao teu alcance para o fazer. Vou-te garantir uma coisa (se fizeres isto que te estou a dizer): quando deres conta uma série de problemas/desafios dessa lista já não existem e, muito provavelmente surgiram outros novos.

Mas, a isso, Chama-se Vida.

Para concluir este capítulo, quero-te contar isto. Segundo consultores de negócios, a cada três meses, as pequenas empresas passam por crises que vão levá-las ao colapso se não souberem responder correctamente à situação (foi o que aconteceu na minha empresa e por isso criei a marca Perform Accelerator, para ajudar estas empresas a enfrentar estes desafios).

O fato é que, em muitos aspectos, Tu e eu somos semelhantes às pequenas empresas (daí ter criado a marca Dr. Performance para apoiar pessoas individuais). Felizmente, a nossa incapacidade de responder não nos levará a algo tão drástico como um colapso nos negócios.

No entanto, se por qualquer motivo não subjugarmos os nossos desafios, mas deixarmos que eles nos subjuguem, a nossa auto-estima e auto-confiança vão diminuir, assim como diminuirá drasticamente a nossa capacidade para lidar com dificuldades posteriores (sei do que falo, passei exactamente por isso).

Por fim, quero-te recomendar um livro que fala um pouco sobre decisões e como são feitas: “Blink, Decidir num Piscar de Olhos“, do Jornalista Malcolm Gladwell.

“O milagre, ou a força, que entusiasma alguns poucos indivíduos, pode ser encontrada no esforço, na persistência e na perseverança do ser humano, sob o estímulo de um espírito corajoso e determinado.”

MARK TWAIN

Isso Parece-me Conversa da Treta!!! (o Sucesso dos Outros)

Isso Parece-me Conversa da Treta, por Sacha Matias
Epá, só vejo gajos a vender sucesso por todo o lado, as redes sociais estão cheias deles.

Com a evolução da Internet e Tecnologias evoluiu também a Comunicação. E com isso a capacidade de passar uma mensagem a milhares de pessoas em poucos segundos ou minutos.

Aliado a isso, é muito fácil e barato publicar na Internet e Prometer Mudanças Radicais na Vida e, mais que isso, Ganhar Muito e Rápido.

E porquê começo este capitulo a falar disto? Porque agora surgiu uma geração de influencers que vêm mudar o Mundo e que resolvem tudo. Só que não.

E antes não existia isto? Claro que sim, a diferença é que agora consegues ser omnipresente em todo o lado com a evolução das mídias sociais. E de repente existe um conjunto de pessoas que são peritas em tudo: Negócios, Relacionamentos, Finanças, Marketing, Desporto, entre outras áreas.

Mas sabes qual é o maior perigo? É o julgamento de quem não faz nada mas opina sobre tudo. Se, no teu caso, “opinas sobre tudo” e “tudo é treta” (e tudo é muito, e muito é muito maior do que qualquer um de nós alguma vez vai saber na vida) recomendo-te uma coisa apenas: dá o beneficio da dúvida.

Quando vemos o Sucesso dos Outros gera sentimentos contraditórios no nosso inconsciente e sabes porquê? Porque estás a tentar racionalizar aquilo que vês. E estás a tentar comparar a tua verdade, a tua vida com a vida dos outros.

Ouve, isso é um dos maiores sugadores de energia. O que tu não sabes (nem eu) é o que eles estão a ver. E o Sucesso de facto é algo muito pessoal.

Por isso, antes de falares e criticares dá o beneficio de dúvida… E pergunta. Pergunta a essas pessoas porque falam tanto de sucesso e o que é sucesso para elas. Pode ser que aprendas alguma coisa.

Também fiz exactamente isso, de dizer que “isso parece-me conversa da treta!!!” quando via “o sucesso dos outros”. Até mudar a minha forma de ver e perguntar. E quando perguntas tens respostas. E uma coisa te apercebes: O Sucesso não pode ser mesmo definido por um livro ou dicionário (ou mesmo um artigo como este), O SUCESSO É MUITO PESSOAL.

Se precisares de ajuda 
em alguns destes pontos,
vê a página de Serviços do Site (em construção)
ou entra em contacto comigo
pelo botão do lado direito desta página.
Em conjunto, pode-se ver como desenvolver
primeiro a tua Matriz de Sucesso e,
em Segundo um possível Projecto. 

Se eu te pudesse dar um conselho era este: Olha para ti, escreve o que é sucesso e não olhes tanto para os outros. O meu é poder acordar todos os dias, poder levar todos os dias os meus filhos para a escola (após um pequeno-almoço tranquilo juntos) e, depois disto, monetizar a minha paixão todos os dias porque sei que não há nada mais poderoso que trabalhar na paixão verdadeira e ainda ser pago por isso!

Termino com esta frase:

“O Sucesso não é o Fim,

Mas Sim o Processo!”

Autor desconhecido

Deixa o teu comentário no final deste artigo.

Tem uma excelente semana,

Sacha Matias (Dr.Performance, by SME).

3 thoughts on “Mas o que é isso de Sucesso?”

  1. Pingback: Descomplicar a Gestão a actos simples | Dr. Performance™, for Business

  2. Pingback: Objectivos ou Planeamento? | Dr. Performance™, for Business

  3. Pingback: Desmistificar Hábitos de Alta Performance - Dr. Performance™, for Business

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Todos os Artigos

Partilha nas Tuas Redes Sociais (Escolhe um botão)

Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

POWERED BY Sacha Matias 

Dr. Performance © Copyright 2019

Muito Obrigado pela tua Subscrição.

Irás receber E-mails com o remetente: email@drperformancebusiness.com

Se nas próximas 24h não receberes nenhum email, verifica a tua caixa de Spam, promoções e caixote do lixo no gmail (e Spam no hotmail ou live).

Irás receber como oferta no primeiro e-mail o e-book “Está na Altura de Ganhares Tempo”

Vamos-nos vendo por aqui, Sacha Matias

Powered By Sacha Matias