Objectivos ou Planeamento? -
Sacha Matias (Criador Dr. Performance<br>e Método Dr Performance 15 Minutos)

Sacha Matias (Criador Dr. Performance
e Método Dr Performance 15 Minutos)

Professor, formador, adoro ajudar as pessoas a manterem-se saudáveis.
Entusiasta pela família, pessoas e desporto.

"Gostava de te ajudar a chegar a mais pessoas Sacha, como posso fazer?"
Obrigado por isso.
Podes Partilhar com mais Pessoas
(carrega num dos ícones)
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on pinterest
Pinterest

Objectivos ou Planeamento?

Objectivos ou Planeamento?, por Sacha Matias e Dr. Performance, for Business

Objectivos ou Planeamento não é a mesma coisa? Esta é uma confusão geral, é normal, somos ensinados a fazer objectivos mas poucos sabem realmente planear.

Quando estou a decidir algo estou a fazer objectivos ou um planeamento? Em boa verdade, nenhum dos dois.

Desde que me recordo, somos estimulados a fazer objectivos e fazer tudo o que está ao nosso alcance para os atingir. E então porque é que mais de 96% falham objectivos?

Por uma razão simples, porque fazer objectivos é uma coisa, planeamento de como se vai atingir os mesmos é outra coisa completamente diferente.

E mesmo na aprendizagem académica e profissional que tens, não és estimulado para planear o que objectivaste, porque quem te incentiva também não sabe.

Daí ser difícil conseguir concluir com êxito um plano ou múltiplos planos de acção (porque na verdade são apenas objectivos e não têm nada de planeamento).

Por essa razão, vou-te dar a minha experiência de planeamento e criação de objectivos (e como eles se ligam um com o outro) e, com isso, conseguires desmontar tudo a actividades diárias.

Neste video explico o planeamento e servirá de complemento a este artigo com muito exemplos:

Por isso vou dividir o artigo em 3 partes:

A Estratégia para planear e criar objectivos,

A táctica de execução,

E a técnica de execução dos objectivos e do planeamento definido.

Boa leitura e espero que consigas ver uma luz no fundo do túnel no que respeita ao planeamento e à execução de objectivos.

A Estratégia para planear e criar objectivos

A Estratégia para planear e criar objectivos, por Sacha Matias e Dr. Performance, for Business
Um desejo não te leva a lado nenhum. Uma decisão de onde queres estar permite-te criar a estratégia para lá chegar.

“Conhece o inimigo e a ti mesmo e não temas o resultado de cem batalhas. Se te conheces, mas não ao inimigo, para cada vitória sofrerás uma derrota. Se não conheces nem o inimigo nem a ti, perderás todas as lutas.

Sun Tzu: Criador do Livro “A Arte da Guerra“, sendo dos primeiros livros de estratégia escritos e ainda actual nos dias de hoje

Tal como vês no infográfico aqui é onde vais construir a estratégia para o teu negócio/empresa.

Atenção: Apesar de traçares uma estratégia a mesma pode mudar ao longo dos anos (chamo a isto refinar a estratégia). E adquires este conhecimento após a aplicação da táctica e da técnica.

E começa por onde a estratégia? Pela decisão que tomas (sim decisão, não desejo).

PS1: Com uma decisão tomada, vais fazer tudo o que está ao teu alcance para cumprir o que decidiste.

E as decisões (sim decisões, porque de uma decisão vais ter que tomar outras tantas) passam por esta estrutura:

  • 10 anos: O que queres que a empresa atinja nesta altura? (facturação, tamanho da organização e outros);
  • Depois desmontas a estratégia em anos menores – em outras palavras, fazes o caminho inverso:
    • 5 anos: O que queres que a empresa atinja nesta altura para estar mais próximo dos 10 anos?;
    • 3 anos: O que queres que a empresa atinja nesta altura para estar mais próximo dos 5 anos?
    • 1 ano: O que queres que a empresa atinja nesta altura para estar mais próximo dos 3 anos?

É importante esta sequência para tomares as decisões que terás que tomar ao longo do caminho.

Ao mesmo tempo que fazes o que te disse em cima e para a construção da mesma, é importante que respondas a 3 perguntas:

  1. Onde está a empresa actualmente? (ponto A ou de partida).
  2. Onde queres chegar no teu negócio? (ponto Z ou de chegada);
  3. Como vais chegar lá? (o caminho).

Vais ter que pensar? Muito. E a estratégia permite então criar o(s) objectivo(s) e o planeamento adequado para a mesma.

Ou seja, explicando por outras palavras, a Estratégia permite pensar a longo prazo (o valor da empresa está aqui).

Depois de responderes às perguntas em cima vais começar a tratar do como e do quando, ou seja, da táctica e da técnica.

Este é o pensamento do Empreendedor, onde pensa onde quer estar e depois descobre como pode chegar lá (e inclusive, usa a alavancagem pelas pessoas, porque ele sozinho não consegue chegar lá).

Já agora para concluir este ponto, o que é isto de Alavancagem pelas pessoas?

É desmultiplicares o teu número de horas por mais pessoas, de forma a teres mais horas disponíveis para verificar se a estratégia está a ser implementada – e a não utilização da Alavancagem leva a estas estatísticas: menos de 1% das empresas que abrem a nível mundial ultrapassa 1 Milhão de € de facturação e, em média, 40% destas fecham no 1º ano, 80% fecham nos 1ºs 5 anos e 96% fecham nos 1ºs 10 anos e deve-se a incapacidade de o empresário se desmultiplicar e alavancar o seu negócio) – consegues rever-te nisto?

Voltando agora ao ponto da estratégia.

Vais acertar à primeira?

Quase de certeza absoluta que não!

No entanto garanto-te que vais transformar a forma de ver o mundo.

A táctica de execução da Estratégia

A táctica de execução da Estratégia, por Sacha Matias e Dr. Performance, for Business
Após a definição da estratégia, tens que operacionalizar a táctica para todas as fases.

Depois das decisões tomadas na estratégia a longo prazo, é importante operacionalizares as mesmas para se tornar algo real.

É a partir daqui que adquires o conhecimento necessário para perceber se a Estratégia definida é atingível ao não.

Ou seja, a táctica prende-se com a execução de médio e curto prazo.

O pensamento terminou na etapa anterior?

Obviamente que não.

Ou seja vais planear as acções necessárias para cumprir a estratégia.

Em outras palavras, é o plano de acção.

Este é o caminho que vai ligar o ponto A do ponto Z.

” Sacha e quantos planeamentos associados aos objectivos deste tipo preciso de fazer para acertar?”

(Excelente a tua pergunta, tu que estás a ler atentamente).

Em média, e pela minha experiência são 12. O que corresponde a 3 anos. O que corresponde a aproximadamente 1/3 do caminho ao ponto Z.

Se eu tivesse que explicar de uma forma simples o planeamento e os objectivos, seria da forma que está no infográfico seguinte:

Explicação da táctica ou plano de 90 dias, por Sacha Matias e Dr. Performance, for business

De uma forma resumida, depois de teres a estratégia (o ponto Z), saberes onde estás (o ponto A), a táctica será o caminho que te leva lá.

Dicas para a construção:

  1. Após a definição da Estratégia, deves definir a táctica.
  2. A táctica pressupõe a construção de planos trimestrais (o ideal) ou, pelo menos, semestrais.
  3. Cada um dos planos deverá ter um tema principal (o objectivo que, se atingido, torna os outros todos secundários).
  4. Deves contemplar
  5. Para a construção deves parar um dia para o criar (se for o primeiro que fazes) e, se já fizeste algum, fechas e avalias o anterior e crias o seguinte (o dinheiro, o lucro, o fluxo de caixa e facturação que vais fazer depende deste dia).
  6. Este conhecimento agregado de construção, avaliação, correcção e afinação dos planeamentos e dos objectivos é que te vai aproximar do ponto Z (é neste ponto que, mais de 90% dos empresários e empreendedores falham e acabam por desistir).

Depois é criares e treinares a técnica para executar a táctica (e vou falar disto mesmo no ponto seguinte 😉).

A técnica de execução dos objectivos e do planeamento definido

A técnica de execução dos objectivos e do planeamento definido,por Sacha Matias e Dr. Performance, for business

“Apenas gostar ou usar muito palavras não basta, é preciso saber transformá-las em Actos e Acção.

Sun Tzu

Tal como num desporto, a técnica é treinada todos os dias, de forma a ser melhorada e afinada.

Ou seja, são as acções diárias desmontadas da estratégia e da táctica.

E aqui entra a teoria da “única coisa” (e até existe um livro com o mesmo título dos autores Jay Papasan e Gary Keller).

E o que é que isto quer dizer?

Que deves planear as tuas actividades diárias por segmentos em 3 momentos:

  • Importantes: onde se incluem todas as actividades produtivas, como ex.: criar conteúdo nas redes sociais, gerar contactos, contactar pessoas, trabalhares a tua saúde (exercício físico/alimentação).
  • Urgentes: não são planeadas e aparecem para te enganar. São aquelas que te tiram energia e se tens uma agenda planeada, então terás espaço para estas, como ex.: pagar contas de última hora, falhar os sistemas de apoio, teres um problema com os teus filhos/familiar, faltar algum dos teus colaboradores, entre outros.
  • e descanso: dos mais importantes dos 3. Porquê? Porque é assim que consegues ter energia para enfrentar o dia com alta motivação e sem te sentires sobrecarregado.

Recomendação: Coloca, em média, 5 actividades importantes e o respectivo descanso para, quando aparecem as urgentes, teres tempo e energia para as tratares e não te sentires sobrecarregado (como se tivesses a carregar o “mundo sobre as tuas costas”) – sabias que mais de 80% dos empreendedores e empresários têm esta sensação? E sabes porque? Por falta de planeamento das actividades diárias importantes.

E não ocupes mais de 6 horas de actividades importantes de forma para poderes descansar e tratar dos urgentes.

E depois?

Depois então executas o plano diário:

  1. De manhã vês o que vais fazer e se está na tua agenda.
  2. Fazes as actividades em blocos de 45 minutos e descansas 15 minutos (numa fase inicial vai-te parecer pouco tempo e, com o treino, passas a fazer a única coisa).
  3. Retiras distracções do caminho enquanto executas o plano (deves educar quem está à tua volta que tens um horário também e eles deverão saber o mesmo – nunca te interrompem excepto se for urgente e ninguém conseguir resolver).
  4. Final do dia avalias o que fizeste e como correu (ou seja vais avaliar os teus indicadores chave de performance – KPI e se estás mais próximo ou afastado dos teus indicadores chave de resultados – KRI – este último, se atingido, atingiste o teu objectivo).

E é simples assim.

Isto obviamente pressupõe a criação de rotinas que não tens (o mais difícil) de forma a criares o que eu designo por hábitos de alta performance. Só assim é que chegas lá.

Consegues agora criar um planeamento ajustado aos teus objectivos?

Conclusão

Nada como começar desta forma:

“A vitória está reservada àqueles que estão dispostos a pagar o preço.”

Sun Tzu

O meu objectivo foi simplificar o que parece complexo (e na verdade é porque eu sei que paras poucas vezes para pensar e avaliar o que estás a fazer).

90% do sucesso de um planeamento e de atingir objectivos está na consistência em pensar, em aplicar o que propuseste (custe o que custar), em avaliar o que fizeste anualmente (a estratégia), trimestralmente (a táctica) e diariamente (a técnica) e vais corrigindo a cada avaliação até encontrares a tua Fórmula de Sucesso.

Volto a perguntar: Consegues agora criar um planeamento ajustado aos teus objectivos?

Responde deixando o teu comentário neste artigo.

Tem um excelente dia,

Sacha Matias (Fundador e criador da marca Dr Performance™, for Business).

PS2: Artigo escrito entre a preparação da presença na feira digital das finais da nossa marca na Acredita Portugalreuniões com empresários mostrando-lhes, através de um diagnóstico gratuito (podes aceder também a um aqui e garanto-te isto: descobres onde estás a perder dinheiro, porque não estás a fazer dinheiro e como resolver o problema – e depois ou resolves sozinho ou a trabalhar connosco), como podem recuperar a empresa, exames dos alunos na IPLUSO e Lusofona e brincadeiras com os meus dois lindos filhos. Que maravilha.

PS3: Se gostaste, se te trouxe algo de novo, se te ajudou de alguma forma, carrega nos ícones de redes sociais que se encontram ou no início ou aqui por baixo para partilhares nas mesmas. Também me vais ajudar a mim e a marca. 🙏🏼 🤗

1 thought on “Objectivos ou Planeamento?”

  1. Pingback: Como implementar e testar um Modelo de Negócios? | Dr. Performance™, for Business

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Todos os Artigos

Partilha nas Tuas Redes Sociais (Escolhe um botão)

Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

POWERED BY Sacha Matias 

Dr. Performance © Copyright 2019

Muito Obrigado pela tua Subscrição.

Irás receber E-mails com o remetente: email@drperformancebusiness.com

Se nas próximas 24h não receberes nenhum email, verifica a tua caixa de Spam, promoções e caixote do lixo no gmail (e Spam no hotmail ou live).

Irás receber como oferta no primeiro e-mail o e-book “Está na Altura de Ganhares Tempo”

Vamos-nos vendo por aqui, Sacha Matias

Powered By Sacha Matias